Thursday, December 27, 2012

39.

Tudo quanto tenho feito, pensado, sido, é uma soma de subordinações, ou a um ente falso que julguei meu, porque agi dele para fora, ou de um peso de circunstâncias que supus ser o ar que respirava. Sou, neste momento de ver, um solitário súbito, que se reconhece desterrado onde se encontrou sempre cidadão. No mais íntimo do que pensei não fui eu.

Vem-me, então, um terror sarcástico da vida, um desalento que passa os limites da minha individualidade consciente. Sei que fui erro e descaminho, que nunca vivi, que existi somente porque enchi tempo com consciência e pensamento. E a minha sensação de mim é a de quem acorda depois de um sonho cheio de sonhos reais, ou a de quem é liberto, por um terramoto, da luz pouca do cárcere a que se habituara. 

Pessoa, F. Livro do Desassossego: composto por Bernardo Soares, ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa. 3ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2011

Friday, December 21, 2012

Wednesday, December 12, 2012

The Bibliography of Strings

And you taught me what this feels like.
And then how it feels to lose it.
And you showed me who I wanted.
And then who I wasn't.
And you ticked every box.
And then drew a line.
And you weren't mine to begin with.
And then not to end with.
And you looked like everything I wanted.
And then became everything I hated.
And you get thought of every day.
And then not in a good way.
And you let me leave.
And then wish I'd stayed.
And you almost killed me.
But I didn't die.

I Wrote This For You

Tuesday, December 11, 2012

Pessoal

gente vazia
e espaçosa.
espaços cheios
e desabitados.

gente carente
egocêntrica
egoísta
deprimida.

falência múltipla
dos sentidos.

minha vida
sem mim.
sem ninguém.

Sunday, December 9, 2012

Saudade

Acho que sentirei sua falta para sempre.
Assim com as cicatrizes do sol
que brilham todos os dias.

Wednesday, November 14, 2012

.

Um homem que sofre a agonia da existência é atraente.

Tuesday, November 13, 2012

Se não sabes o que fazer, chore.

se o câncer te faz mal,
tira!
cospe!
xinga!
braveje!

se ele,
ainda assim,
ficar,
chore.

por esta razão
são as lágrimas
tão salgadas.

Thursday, November 8, 2012

o pranto da minha morte é o pranto da minha vida

deixa-me chorar
o pranto da minha
própria morte.

essa angústia é só minha,
e nossa. mas
minha.

Pensei nessas palavras, quase exatas, ao ouvir, beirando a incompreensão, um cantor espanhol num tango, bafejando fúria. Vi, então, meio sem entender a totalidade da sensação, o tamanho da minha solidão.

Thursday, November 1, 2012

parfois mais aussi toujours

meu sono anuncia o fim do dia.
passo minhas horas esperando por esse momento de redenção.
finalmente conseguirei repousar.
se minha angústia fosse menos trágica,
pudesse eu talvez sorrir em vez de calar.

vi gente, e não vi ninguém.
são todos modelos de infelicidade,
(cada qual em sua solidão)
acreditando piamente fazer o bem a si mesmos
por serem assim... como são.
tolos, todos eles, pois mal sabem
o que é sofrer.
nenhuma dor é pequena,
mas todas elas têm seu grito
de egoísmo.

nunca compreenderemos como os outros não conseguem entender nossas mágoas.

sofro a cada inspirar, e como vocês,
todos vocês,
não podem entender meu sofrimento?

finjo a todo momento superar aquilo
que chamo personalidade.
dentro da minha própria ilusão,
creio estar a um passo do colapso que temo.

ele não pode ser previsto,
pois não possui forma.
não o vejo e mal o sinto.
mas sei que meu colapso sobreviverá.

haja dia, haja choro e desespero, haja morte: a tristeza perdurará infinita. 

this song is called I Am So Sad, I Am So Very Very Sad

Monday, October 29, 2012

Moment of truth

If only my life could be more like the movies. I want an angel to swoop down to me like he does to Jimmy Stewart in "It's a Wonderful Life" and talk me out of suicide. 

I've always waited for that one moment of truth to set me free and change my life forever. but he won't come. it doesn't happen that way.


Prozac Nation

Tuesday, October 23, 2012

Breathless

- What's your greatest ambition?
- To become immortal, and then die. 


Friday, October 19, 2012

I want to ride

Tive esse sentimento. Amanhã irei para a casa dos meus pais. Quero vê-los. Sempre que estou com eles, sinto-se protegido, imune dos meus próprios medos. Eu bem sei que essa é uma falsa sensação de segurança, mas para que indagá-la se posso, ao menos um pouco, senti-la? 

Pouco sei do que falar, até mesmo sentir. Hoje me ocorreu um episódio triste e tudo. Pensei que se eu estivesse morto, não teria de passar por isso. A vantagem dos mortos é não mais morrer. 

Existe uma influência que impera sobre todas as minhas formas de vida. Ontem, fui triste; amanhã, sê-lo-ei novamente, e já me disseram uma vez: é essa, talvez, minha essência. A minha triste influência é meta. 

Que tal, então, se pulássemos o período de luto e calássemos a boca de todos os sofrimentos com a própria consciência? Eu penso em problemas, e a cada minuto transbordado por reflexões fajutas e insaciáveis, volto à amarga cor que tem a vida e que terá continuamente. 

Sinto-me à vontade para citar um trecho que me traduz, hoje. “Só fiz me levantar, ir até a janela e ficar olhando para fora. De repente, me senti muito só. Quase tive vontade de morrer”.

Édouard de Beaumont, from Le Diable amoureux (The Devil in Love), by Jacques Cazotte, Paris, 1871.

"I'm still writing about you, and you haven't read a word." (Travis Grandt)
At this right time, I write about me as well. I caught you on me, and you do not deserve it. Neither do I. 

Saturday, October 13, 2012

Friday, October 12, 2012

Zeus is bullshit: a poem

the theory that people 
are always searching for 
their other half is 
bullshit. 
don’t let anyone, not 
even a god, tell you 
you are anything less 
than whole.

Author unknown

Tuesday, October 9, 2012

La muerte

Tu mano, Belinda
me envuelven las sombras.

Déjame descansar en tu pecho.

Cuánto más no quisiera,
pero me invade la muerte.

La muerte es ahora
una invitada bien acogida.

Cuando descanse en la tierra,
mis errores no deberán preocupar tu corazón.


Dido's Lament, by Henry Purcell

Friday, October 5, 2012

âmago

e eu sei que não adianta.
que lutar
é em vão,
e que posso morrer sem saber
como seria.

por isso morro
a cada dia.

Tuesday, October 2, 2012

The plaint

The plaint from "The Faeries Queene", by Alfred Deller 


Accidentally found this breathtaking classical symphony and couldn't resist to listen to it several times.

Lyrics:

O let me weep, for ever weep
My eyes no more shall welcome sleep
I'll hide me from the sigh of day
And sigh, and sigh my soul away
She's gone, she's gone, her loss deplore
And I shall never see her more

Sunday, September 30, 2012

Ponto de vista

Aceitamos o amor que cremos merecer.
Cremos aceitar o amor que merecemos.
Merecemos o amor que cremos aceitar.

Só não me venha,
agora,
lamentar-se-me.

Tuesday, September 25, 2012

Para você, mais um

Hoje morri.
Um pouco
e mais um tanto.


Morri porque o vi.
Morri porque ainda o vejo.




Tuesday, September 18, 2012

Apegada à vida

Inteira e, se muito, plena.
Apegada à vida.
Carrega consigo a beleza da mulher.

O sorriso infantil
aberto para o mundo.
O mundo em si,
cabendo nos cachos
da morena.

Para Fernanda Almeida, que é um mar de sensibilidade encharcando a terra.

COMA

Eu dormi o sono da esperança. Esqueci-me, assim, da malícia. 
Amanhã voltarei a dormir e, se muito infeliz, acordarei de novo.

Eu vou me sufocar em um lago próximo. Asfixiar os olhos.
Quero sangrar até poder dizer que hoje eu fui inteiro.


Would I rather be a coma than a full-stop?

Friday, September 14, 2012

Talvez por nós

Minhas lembranças
da cidade cinza,
nebulosa...
Minhas lembranças
desse lugar
são suas.
Talvez nossas.

Minha leitura
desse quadro
introvertido e melancólico
é por você.
Talvez por nós

Fiz da canção
só nossa
porque precisava ter
o que abraçar
enquanto você não estivesse.

Já não pude andar só.

Thursday, September 13, 2012

After you're gone--I told you


After you're gone, people will forget your name, no matter how important it was, and your face, no matter how pretty it was, and what you said, no matter how clever any of it sounded.

The things you've done will crumble and fade and the places you once loved, will change and be given new names.

You are only here for one moment and it lasts exactly one lifetime.

Tuesday, September 11, 2012

Monday, September 10, 2012

I want him to stay

introvertido
e arrogante.
ou arrogante.
pouco familiarizado à vida.
não passa
suas impressões a terceiros
e tem roupas amassadas.
acha que está atrapalhando
o caminho
daqueles que não queria atrapalhar.
prefere dormir
com o amor
ao lado,
embora admire sua própria solidão.
apegado demais.

ansioso,
sabe criar imagens
do improvável.
entende seus próprios
mecanismos de defesa
mas não os abandona
na sala de terapia.
quer uma vida plena,
com cachorro, gato
e café.
odeia esperar.
chega na hora.
não consegue pregar os olhos
antes de tentar muito.
se endivida todo mês
e passa perrengue
mas já sabe se virar.
morre de vergonha
de demonstrar seus sentimentos.
(menos os frios.)

não sabe confiar em nada
além de seus próprios
julgamentos negativos
do que chama vida.

Tuesday, September 4, 2012

there's a cat


there's a cat waiting for you 
somewhere.
so, when you find him
your life will
kind of change
a bit.

Monday, September 3, 2012

Ser além

aquela vontade repentina
de ser além,
de estar além,
de conduzir minha própria
benevolência.
mas aquela dessacralizada
black wave
que me toma
a vida
só me faz lembrar
de tudo que tento esquecer.
hoje não foi mesmo um bom dia.

So i'm gonna try to be still now 
Gonna renounce the mill a little while and 
If we had a double-king-sized bed 
We could move in it and i'd soon forget 
That what I am is what I am cause I does what I does 
And maybe i'd relax, let my breast shot bust open 
My heart's made of parts of all that surround me 
And that's why the devil just can't get around me

mas eu sei que o mal sempre está por perto, por dentro, em toda parte.
não há força que o mate.

No estamos hecho

no estamos hecho
para soportar
ni la décima parte
de lo que soportamos.

Claudio Bertoni

Thursday, August 30, 2012

If you try hard it's worthless

Isn't it worse enough to try
not to think about you
all the time?

I can bare imagine myself
and all that stubborn mediocre life
clearly.



I felt like crying but nothing came out. It was just a sort of sad sickness, sick sad, when you can’t feel any worse. I think you know it. I think everybody knows it now and then. But I think I have known it pretty often, too often.

(Charles Bukowski)



Wednesday, August 29, 2012

Diálogo II

- Não tá fácil pra ninguém.
- Nunca foi.

(te evitando para me encontrar)

Não descer do bloco
para não te cumprimentar.
Subir pelas escadas
pois você está no elevador.
Sair pela garagem
para não te ver no térreo.
Não levar o cachorro pra passear
porque seu vizinho
também levou.
Ficar no apartamento
para não te encontrar
na padaria.

Nicolas Behk



Tuesday, August 28, 2012

O fio que me liga

Às voltas com interruptores,
tomadas abertas 
e fios desencapados, 
na esperança de que, 
em algum lapso de atenção,
eu receba um choque tão forte 
que me faça ver o mundo 
de ponta-cabeça.
É como li ontem, ou dia desses,
"A vida é um fio desencapado caído na rua em noite de chuva".

Kate Bush and her father


Friday, August 24, 2012

I hate them all

I'm tired of everyone I know
Of everyone I see
on the street
and on TV, yeah

On the other side
On the other side
Nobody's waiting for me
On the other side

I hate them all
I hate them all
I hate myself for hating them

So I'll drink some more
I love them all
I'll drink even more
I'll hate them even more than I did before

On the Other Side
The Strokes

Wednesday, August 22, 2012

Saudade

Redescobrir você mesmo
e reviver sua própria vida.
Voltar aos velhos e ordinários hábitos.

Que saudade de mim!

Thursday, August 16, 2012

Tuesday, August 14, 2012

O caminho

acho, agora, que o caminho 
tem de ser mais fácil.
mais simples.
e que a poeira 
- dessa estrada -
nunca cesse.
porque, bem, acho que assim 
é a vida.


Monday, August 13, 2012

Cotidianamente

Um dia de cada vez.
Como os drogados, alcoólatras, maníacos.

Um dia de cada vez. 

Thursday, August 9, 2012

Plano cartesiano da tolerância


Somando duas funções, o resultado está no quadrante.

The Part of You, You Don't Own

Para Sergio Marino, meu último adeus.


You don't know. But, I've been stealing. 
I've saved a smile of yours. 
A frown from behind that desk. 
Your face, your eyes, that scar. 
The tilt of your head, from yesterday, at 15 degrees. 
That mole on your neck. 
The smell of your hair, and the wind that blew through it. 
The vibrations of your voice. 
A tear, and the light that shone off it. 
Your walk, that walk. 
Your words, every word. 
Your laugh, your gasp. 
The way you sound when you're out of breath. 
A little song you'd hummed just the other day. 
That clumsy skip you made on your way. 
A weird noise. A feisty reply. 
A really funny, awkward goodbye. 
A silly "huh?", a helpless "why?". 
A stubborn "No", a silent cry. 
A look of anger on your face. 
A look of sorrow, of peace... 
A look of turbulence, a look of hope. 
And a naked look of love. 
I've taken a million snapshots of you in my head. 
I've recorded your every word, heartbeat and footstep. 
I have exhausted my memory space with you. 
And I've stolen every second I could. 
And saved you, in a place safe even from time. 
And in this moment, this ache. It's mine. 
Mine to cherish. Mine to keep. 
Mine to live with. 
There's a part of you, you do not own. 
And this part of you... is mine.

Tuesday, August 7, 2012

Something Happened

Something happened to us.
A broken glass.
Our last tear.


Something happened to us.
As modern novels say,
the young boy is afraid of living.

The Change

"Change happens when the pain of holding on becomes greater than the fear of letting go."

Monday, August 6, 2012

Pierrot le fou

Qu'est-ce que je peux faire?
Je sais pas quoi faire.

Qu'est-ce que je peux faire?
Je sais pas quoi faire.

Qu'est-ce que je peux faire?
Je sais pas quoi faire.



For me

come to me
and tell me you're all
alright.

Friday, August 3, 2012

You are your body



That awkward moment when you realise you're a weirdo and can feel sad and happy at the same time. 

Tuesday, July 31, 2012

suspirando

e aquele coração 
que antes gritava por você
hoje não quer mais nada
além de silêncio.


Monday, July 30, 2012

You Can Forgive Yourself

You’re not okay 
nor cool 
or even letting things go. 

So, you can forgive yourself 
because these days have been awful for you. 
(Specially for you 
Who cares so much.)

Saturday, July 28, 2012

Sunday, July 22, 2012

O'Children



I'm totally in love with this one. Who knows what it means to me now...

Hey little train! We are all jumping on 
The train that goes to the Kingdom 
We're happy, Ma, we're having fun 
And the train ain't even left the station

Thursday, July 19, 2012

Updating quickly

"I've found that the saddest people are also the funniest, and only those who understand complexity can communicate simpicity."


A tal da palhaçada...

Odeio circo.
Aliás, odeio tudo que me encanta e depois some. 

Wednesday, July 18, 2012

Diálogo I

- e como se sente hoje?
- não sei se sinto. acho que não quero pensar na possibilidade de, ainda, sentir algo.
- como assim?
- nada. eu só me cansei de sentir.
- mas isso é impossível.
- não, não é. e sabe por quê? porque a gente sempre acha que sente demais. e o fim é sempre trágico. eu quero evitar isso. quanto menor a escalada, menor o tombo.
- não acredito que você possa estar sendo sincero.
- não estou. mas sentir é, de fato, e você há de convir, exaustivo demais para uma cabeça em formação.
- eu concordo, e isso é o belo da vida. poder renovar seus sentimentos.
- duvido que você acredite no que acabou de dizer.
- talvez eu não acredite.
- vamos ambos assumir para nós quão doloroso é sentir e como a vida seria melhor sem sentimentos.

os dois se olharam, preferindo acreditar na mentira que diziam.

ce qu'ils recherchent

leur personnalité. individuel.
ils, les chats.


Monday, July 16, 2012

da Fragilidade dos Relacionamentos



Why is everyone asking about "what it means"? We will never know what it "actually" means, that is if it's supposed to mean anything at all. We've become mad, thinking that everything must have meaning. Once an artwork is put out to the public, it belongs to the artworld (and leaves the artist), urging us to decipher and interpret what it "might" mean. Enjoy this video for its beautiful aesthetics and its excellent music. Get lost in the work, forget about meaning and interpret for yourself. [comentário retirado do Youtube]

Thursday, July 12, 2012

apropriado para o momento

"Você busca o relacionamento na expectativa de mitigar a insegurança que infestou sua solidão; mas o tratamento só fez expandir os sintomas, e agora você talvez se sinta mais inseguro do que antes."

Monday, July 2, 2012

the weight of my words




eu tenho ouvido muito essa música nos últimos dias. descobri por acaso no meio do meu ipod e me apaixonei pela banda.

There are very many things
I would like to say to you
but I've lost my way
and I've lost my words

Wednesday, June 20, 2012

Hoje, 20 de junho.

Esses últimos dias tenho vivido como se fosse num filme. Ou pelo menos sentido como.
Clima chuvoso, frio, árvores molhadas, os sapatos sujos de lama. Sujos de alma.
A sensação doente que não passa, em momento algum, e que não fica, seja quando for.
Esta dubitável oscilação entre o estar e não estar.

Eu só precisava disso, falar. Se não te tenho mais, et je m'excuse d'être ainsi répétitif, tentarei ter a mim.

Saturday, June 9, 2012

The non-happy poem

I'm not happy, I ought to affirme.

I wouldn't say I'm unhappy, for the weight of this affirmation is too stately and I don't want to be responsable for that.

I'm not happy, I'd say.

An unhappy person is that who already gave up on happiness, or is near to do this. 

The non-happy person lives in their own imature hope.

Friday, June 8, 2012

One is the loneliest number so am I



One is the loneliest number
that you'll ever do
Two can be as bad as one
it's the loneliest number
since the number one
"No" is the saddest experience
you'll ever know
Yes, it's the saddest experience
you'll ever know
Because one is the loneliest number
that you'll ever do
One is the loneliest number
that you'll ever know

It's just no good anymore
since you went away
Now I spend my time
just making rhymes of yesterday (one by one by one)
Because one is the loneliest number
that you'll ever do
One is the loneliest number
that you'll ever know
One is the loneliest number
One is the loneliest number
One is the loneliest number
That you'll ever do
One is the lonelist number
much, much worse than two
One is a number divided by two

(Life isn't easy when two are divided
And one has decided to bring down the curtain
And one thing's for certain
There's nothing to keep them together)

Monday, June 4, 2012

How to control you anger


1. Learn to recognize when you are feeling stressed – this will help you to reduce your stress before it is expressed as destructive anger.

2. Work on developing your empathy – trying to see things from another’s perspective often helps to dissipate intense emotions.

3. Decide to respond instead of react – although the way we react often feels automatic, we can actually choose how we’ll think, feel and respond. This is empowering and the road to freedom.

4. Change your self talk – listen to the conversation in your head and learn to modify extreme, unbalanced thoughts. Look for exceptions to “you always” thinking, and reframe “you must” or “you should” demands.

5. Learn to be assertive – honest and open communication about your wishes, needs and preferences can stop resentment building – so it doesn’t turn to anger.

6. Adjust your expectation – often anger is triggered by a difference between our expectations and what we actually get. Thus, sometimes it is better to adjust our expectations so they’re more in line with reality.

7. Forgiving doesn’t also mean forgetting – although it is healthy to sometimes let things go, that doesn’t mean we weren’t hurt, upset or offended. The difference is we’re choosing to move on with our lives, and we’re not being controlled by external eventes.

8. Remove yourself from the situation – retreating temporarily or “talking time-out” provides some space to think about the “best thing to do”. Thus, you maintain control of yourself and circumstances.

Friday, June 1, 2012

Eu prefiro ser Clark Kent

Enquanto o Homem-Aranha se utiliza de fantasia para ser um super herói, o Super-Homem se fantasia de Clark Kent para ser um humano. É uma bela metáfora para mostrar como alguns de nós têm uma espécie de super-herói com superpoderes dentro de si. E outros não.

Tuesday, May 29, 2012

The Little Mermaid Real Story

The prince and princess marry, and the Little Mermaid's heart breaks. 
She thinks of all that she has given up and of all the pain she has suffered. 
She despairs, thinking of the death that awaits her, but before dawn, her sisters bring her a knife that the Sea Witch has given them in exchange for their long hair. 
If the Little Mermaid slays the prince with the knife and lets his blood drip on her feet, she will become a mermaid again, all her suffering will end and she will live out her full life.
The Little Mermaid cannot bring herself to kill the sleeping prince lying with his bride and as dawn breaks she throws herself into the sea. 
Her body dissolves into foam, but instead of ceasing to exist, she feels the warmth of the sun; she has turned into a spirit, a daughter of the air. 
The other daughters of the air tell her she has become like them because she strove with all her heart to gain an eternal soul. 
She will earn her own soul by doing good deeds for 300 years; for each good child she found, she would obtain one year less while, for each bad child, she would cry, and each tear would mean one month more and she will eventually rise up into the kingdom of God.



Every time I listen to this song I want to get tattooed with these words

And how can you mend a broken heart?
How can you stop the rain from falling down?
How can you stop the sun from shining?

Saturday, May 26, 2012

"I feel like shit"

o que fazer quando se sentir um lixo?

pensar em metáforas. falar dos sentimentos nunca é fácil.

mudar de ares. e adiar a vida.

olhar pela janela e só ver a cortina.

Sunday, May 20, 2012

Caramelo machucou-se

e o meu cachorrinho
(o mais fofo do mundo)
machucou-se.
foi como se a dor
fosse em mim.

Monday, May 14, 2012

À Arrogância Dos Questionáveis

Àqueles que esperam muito sem nada receber
e se enganam com o nada que recebem,
meu sinto muito.

Thursday, May 10, 2012

Where the Wild Things Are

pelas palavras de um coitado, o mundo é cruel.
para um pessimista, nada vai dar certo.
o chato pensa que nada faz sentido.
o malvado quer subverter a moral.
o depressivo já não vê mais razões em continuar.
o triste se diz cansado.

e onde está você?

A Maior Descoberta do Mundo

Eu descobri qual a razão dos problemas do mundo: são as pessoas que vivem nele.

Saturday, April 21, 2012

"Pessoa"

sabe aquele tipo de
pessoa
que te deixa pra baixo
com palavras duras?

eu quero que
esse tipo de
pessoa
vá tomar no meio do cu.

Saturday, April 7, 2012

Tuesday, March 20, 2012

onde eu me evito

onde a condição pode delimitar os resultados, esse é o lugar que eu não pretendo chegar.
quando a busca acaba por ser sempre inequívoca, beirando a insistência.

é aí que eu me evito.

p.s.: direi o cansaço quando da exaustão, para mais uma vez, me enganar.

Monday, March 5, 2012

Thursday, March 1, 2012

Preguntan de donde soy

Hoje tive o privilégio de ver/ouvir uma banda de música popular se apresentar no FEIA-Unicamp. Encontrei um vídeo com um pequeno show completo, incluindo a música Preguntan de Donde Soy.

 


Preguntan de donde soy
Y no sé que responder
De tanto no tener nada
No tengo de adonde ser

Un día voy a quemar
Todo el trigo del dolor
Entonces sí tendré patria
Y no campos de patrón

Preguntan de donde soy
Y el indio que cae sabe
Cuanta tierra es que le toca
Pues reconoce el sabor
De otros indios en la boca

 De bajo del campo verde
Mucha sangre hay en el suelo
Yo bien sepa adonde voy
Sin saber de adonde vengo

Y preguntan y preguntan
Y me siguen preguntando
Preguntan de donde soy
Y no sé que responder

De tanto no tener nada
No tengo de adonde ser

Site da banda

Saturday, February 18, 2012

Metal Heart




Losing the star without a sky
Losing the reasons why
You're losing the calling that you've been faking
And I'm not kidding
It's damned if you don't and it's damned if you do
Be true 'cause they'll lock you up in a sad sad zoo
Oh hidy hidy hidy what cha tryin to prove
By hidy hidy hiding you're not worth a thing
Sew your fortunes on a string
And hold them up to light
Blue smoke will take
A very violent flight
And you will be changed
Sand everything
And you will be in a very sad sad zoo.
I once was lost but now i'm found was blind
But now I see you
How selfish of you to believe in the meaning of all the bad dreaming
Metal heart you're not hiding
Metal heart you're not worth a thing
Metal heart you're not hiding
Metal heart you're not worth a thing

Wednesday, February 15, 2012

Aqueles...

Não fique bravo, não guarde ódio.
Entenda de uma vez que algumas pessoas nasceram para ser secundárias.
Sem peso na humanidade.
Pessoas que se tornam nosso passado. Remoto, nada saudoso.

Se questione, mas não se cobre.
Buscar o foco não é tão fácil, e por esse motivo mesmo muitos se esquecem de querê-lo.
Não se iguale aos inigualáveis.
Às versões alternativas de pessoas normais. E que nunca chegarão a ser nem um nem outro.
Tudo por falta de espaço interior.
Está tudo preenchido com o vazio burro da soberba.

É aquela busca incansável pelo autoconhecimento. 
O qual nunca é atingido.
Os que são parte da razão pela humanidade ser assim medíocre a ponto de nos esquecermos de quem somos.

E eu tenho uma âncora tatuada no braço para me lembrar de onde zarpei e para qual caminho estou a ir.





Saturday, February 11, 2012

Coccinelle


 

Coccinelle, demoiselle 
Bête à Bon Dieu 
Coccinelle, demoiselle 
Vole jusqu’aux cieux 
Petit point blanc 
Elle attend 
Petit point rouge 
Elle bouge 
Petit point noir 
Coccinelle, au revoir.

Fonte

Thursday, February 9, 2012

Continuei caindo

"Continuei caindo. 
 Agora, com licença… 
 Mais um abismo vem vindo."

 Paulo Leminski.

Wednesday, February 8, 2012

Eu me desacostumei



A verdade é que me desacostumei...

Me desacostumei aos hábitos escolares de repulsa ao errado, de presunção idealista, numa tentativa incansável de explicar o compreensível.

Me desacostumei aos discursos opressores que me faziam temer e não respeitar.

Me desacostumei a pensar na tal da moda antiga e a respeitá-la.

Me desacostumei a debater opiniões com intenções sadias ao invés de tentar me defender e alienar o outro.

Me desacostumei a escrever na primeira pessoa sem medo de realmente parecer comigo mesmo.

Só tento não me desacostumar daquilo que busco nem daquilo que consegui. A vida pode ser uma só - e de fato acredito ser -, mas quero fazê-la caminhar a meus passos. Tortos e tímidos, mas meus passos.




Tuesday, February 7, 2012

Elliott Smith




just thanks for being my friend.

She wrote this for you

- But I just want to stop feeling.

- As far as I can tell, there's only one way to stop feeling and that's to die.

- That seems a bit drastic.

- It is drastic. Perhaps the most drastic thing there is. There are other ways to kill feelings, like drinking a lot or working hard, constantly, pushing those around you as far away as possible until there's no way for you to reach out to them but ultimately, the only way to completely stop feeling, forever, is to die.

- I'm not sure I'm ready for that.

- Good. You'll be a better person for it.

- What do you mean?

- I mean that the most interesting, amazing people I've ever met, the ones who influenced and shaped the universe itself, are the ones that felt too much but lived through it.

- That sounds hard.

- It is. It involves living.

Source

Monday, February 6, 2012

Even Mona Lisa loves cats

Até Monalisa ama gatos. Quem não?


Never trust someone who doesn't love cats.

Thursday, February 2, 2012

See me inside

- what do you do?
- um... I don't know, but I'm trying to understand. can you see me inside?

Wednesday, February 1, 2012

Hoje é dia de fevereiro

hoje é dia de fevereiro. 
os dias de fevereiro são sempre tristes. 
são sempre longos, iluminados, quentes... mas contraditoriamente tristes. 

aqueles que se odeiam, fazem-no em fevereiro.

as árvores adoecem, as janelas se fecham. 
triste início.

The meaning of 'unity'

And the book you've read have been read by other people. And all the songs you've loved have been heard by other people. And that girl that's pretty to you is pretty to other people. And you know that if you looked at these facts when you were happy, you would feel great because you are describing 'unity'.



Tuesday, January 31, 2012

Até a lua

na disputa pela mais justa e sincera forma de medir o amor um pelo outro, acabaram por decidir ir até onde nenhum ser humano pode chegar. e voltar é como um abraço forte.

e alguns amores são assim: até a lua, ida e volta.



para Lala e Sergiomarino.

Sunday, January 29, 2012

Protesto artístico

eu quero protestar por um lugar melhor.

eu quero segurança, mas não quero ser regulado.
eu quero saúde, mas não quero restrições.
eu quero informação, mas não quero manipulação.



Friday, January 27, 2012

A primeira postagem do blog e aniversário de Mikhail Baryshnikov

tanta gente falando, e tanta gente idiota falando. então pensei: por que não criar um blog onde eu possa juntar coisas que eu gosto e compartilhar com pessoas que gostem do que eu gosto e que não seja nada idiota? esse meu mau humor não pode ser, assim, tão... contagiante. e de certo deve haver gente querendo ver coisa interessante, assim como eu.

bom, por coisa linda e interessante, belo exemplo é o bailarino (e ator, né) Mikhail Baryshnikov, que hoje, 28 de janeiro, faz aniversário. pra celebrar, a New York Public Library reuniu fotografias, vídeos e escritos do acervo de Baryshnikov. coisa rara. encontrei essas fotos no tumblr da NYPL.

enjoy & get inspired.